Tutorial Microsoft Excel

Ferramentas


TABELAS

Apresentação
Os dados sistematizados podem ser apresentados em uma tabela, tal como o exemplo abaixo. A tabela é uma representação utilizada para auxiliar a leitura e compreensão de dados numéricos. Por ter uma visualização e leitura fácil, ela auxilia a compreensão das informações que desejamos comunicar. Uma tabela é formada por linhas e colunas que deve conter apenas dados essenciais. Para realizara a leitura de uma tabela é necessário encontrar o resultado do cruzamento de uma linha com uma coluna. As tabelas são muito utilizadas pela mídia e outras fontes de informações, sendo imprescindível que o aluno tenha propriedade sobre sua construção e interpretação.

Tabela 1. Exemplo de contrução de Tabela.

Aves observadas de março a junho de 2005 no período das 9 às 10 hs
Número absoluto
Porcentagem (%)
Pardais
42
45,7
Bem-te-vi
25
27,2
Rolinhas
14
15,2
Beija-flor
08
8,7
Maritacas
20
21,8
Total
109

O Microsoft Excel facilita muito a utilização das tabelas. A criação, formatação e manutenção das mesmas se torna uma tarefa muito simples.

Versão
Tutorial desenvolvido para Microsoft Excel 2000

Objetivo
Aprender a construir e utilizar tabelas no Microsoft Excel.

Tutorial

1 - Células e Endereços

O programa Microsoft Excel utiliza um sistema de coordenadas "Linha x Coluna", sendo as linhas designadas por números e as colunas por letras. Entende-se por "célula" todo retângulo que aparece na área de edição, produto da intersecção de uma linha e uma coluna. Cada célula possui um "endereço" ou um nome. A célula "D2", por exemplo, está localizada na intersecção da linha "2" com a coluna "D".


Figura 1. Células e endereços.

2 - Elaboração de Tabelas

As tabelas devem ser criadas de modo simples, facilitando a visualização das informações apresentadas. Portanto, elaboram-se tabelas com dados realmente necessários.

Para criar uma tabela no Microsoft Excel basta iniciar o programa e introduzir os dados nas células (podem ser letras, palavras, valores, números, fórmulas), dispostos de uma forma organizada.

Deve-se sempre identificar os valores que estão sendo inseridos, bem como suas unidades e categorias. Pode-se ainda inserir fórmulas para ajudar na conclusão da tabela, como a fórmula de soma do total dos valores.

Figura 2. Exemplo de tabela com dados e fórmula de soma.

No exemplo acima, pode-se substituir "metal" por número de indivíduos, quantidade de visitas, peso, altura, etc, dependendo do que está se referindo. Seria a célula que explica o que estamos quantificando. Deve-se sempre lembrar de inserir também a unidade de medida do que se está tabelando. Pode-se substituir "Janeiro", "Fevereiro" e "Março" por dias, períodos, pessoas, etc. É a explicação mais detalhada do valor.

3 - Formatação da Tabela

Todas as células podem ser formatadas utilizando o utilitário de formatação (Na barra de Menus, clique em Formatar/Células...). Podem-se modificar todas as opções de fonte, cor, alinhamento, bordas, sombreamento, forma do número, etc. Com a formatação uma tabela pode se tornar mais legível, auxiliando na compreensão dos dados.

Pode-se ainda utilizar a "Autoformatação" (Na barra de Menus, clique em Formatar/Autoformatação). O Microsoft Excel disponibiliza modelos pré-feitos para a rápida formatação de algumas tabelas. É só escolher o tipo pré-estabelecido e apertar a tecla "OK".

Tamanhos e larguras de colunas e linhas podem ser modificados clicando na fronteira entre um título de linha/coluna e outro e arrastando até o tamanho desejado. Ou ainda selecionada uma célula da linha/coluna que deseja modificar, clicando no menu Formatar/ Linha/ Altura... (no caso de colunas, Formatar/ Coluna / Largura...) e entrando com o valor desejado (em pixels). Ainda há a opção de deixar o software ajustar automaticamente o tamanho da coluna ou da linha, segundo o tamanho do texto inserido. Para isso, dê um duplo clique na fronteira da coluna ou linha que deseja autoformatar.

Para mesclar duas ou mais células (torná-las uma só, sem a fronteira), selecione as células e, na barra de formatação, clique no botão "mesclar e centralizar".

Figura 3. Botão "mesclar e centralizar"