O PROJETO

Apresentação

A investigação da atmosfera desde há muito vêm sendo objeto de preocupação do homem, não só para obter informações de como está o tempo hoje, mas também para a adequação do vestuário, de cuidados com a lavoura, do gerenciamento dos recursos hídricos e até da construção civil. Por isso, a partir de 2004, os fenômenos atmosféricos também serão objeto de estudo e investigação no LECT, através da observação do tempo, de pesquisas e da construção de instrumentos meteorológicos.
O estudo da atmosfera está contido no ramo da Ciência denominado Meteorologia, do grego meteoros, que significa elevado no ar e logos, que significa estudo. Esta ciência se dedica ao estudo dos processos que ocorrem na atmosfera terrestre, principalmente na camada mais próxima da superfície. É nessa camada que ocorre a maioria das atividades humanas, e é aí que podem ser sentidos os efeitos que as condições atmosféricas exercem no desenrolar dessas atividades.


Objetivos

Os objetivos pedagógicos relacionados à temática "meteorologia", de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais, deverão permitir que os alunos:

· Compreendam a natureza como um todo dinâmico e o ser humano, em sociedade, como agente de transformações do mundo em que vive, inclusive em relação à atmosfera;
· Compreendam a Ciência como um processo de produção do conhecimento e uma atividade humana, histórica, associada a aspectos de ordem social, econômica, política e cultural;
· Identifiquem relações entre o conhecimento científico, produção de tecnologia relacionada à observação do tempo meteorológico e condições de vida, no mundo de hoje e em sua evolução histórica, de forma a compreender a tecnologia como meio para suprir necessidades humanas;
· Saibam combinar leituras, observações, experimentações, registros para coleta de dados, comparação entre explicações, organização, comunicação e discussão de fatos e informações referentes à meteorologia;
· Valorizem o trabalho em grupo, principalmente através da comunidade virtual de discussão, sendo capaz de ação crítica e cooperativa para a construção coletiva no conhecimento;
· Caracterizem as transformações tanto naturais com induzidas pelas atividades humanas na atmosfera e
· Valorizem a disseminação de informações socialmente relevantes, como os dados meteorológicos, aos membros de sua comunidade.

Bibliografia

CAIRONI, Graciela. Taller de Ciencias al aire libre. Buenos Aires: Ediciones Novedades Educativas, 2000.

CAMARGO, Ricardo de (org). Observações de superfície efetuadas na Estação Meteorológica. São Paulo: Departamento de Ciências Atmosféricas do IAG - USP, 2000.

GUIA PRÁTICO DE CIÊNCIAS. Como a Terra funciona. São Paulo: Ed. Globo, 1994.

QUADRO, Mário e BECK, Eduardo. Estrutura da Meteorologia - MEF01. Centro Federal de Educação Tecnológica de Santa Catarina. s/d.

SILVA, José Alves da; PINTO, Alexandre Custódio e LEITE, Cristina. Projeto Escola e Cidadania: Física - Instrumentos de Medida. São Paulo: Editora do Brasil, 2000.

SILVA, José Alves da; PINTO, Alexandre Custódio e LEITE, Cristina. Projeto Escola e Cidadania: Física - A física do meio ambiente. São Paulo: Editora do Brasil, 2000.