O Projeto

A Dengue é uma das mais importantes viroses que afetam o homem.

Um projeto que trata deste assunto tem grande importância não só como um alerta, mas também como forma de envolvimento dos estudantes no problema, capacitando-os a entender o ciclo de vida do mosquito, identificar os locais que são prováveis "criadouros" e combater sua proliferação.

Este projeto visa fornecer orientação necessária ao reconhecimento dos sintomas característicos da doença, identificação de criadouros do vetor, reconhecimento de ovos, larvas e mosquitos do Aedes aegypti, possibilitando a iniciação dos alunos aos métodos de pesquisa e estudos científicos.



Bibliografia

BASTOS, F. História da Ciência e ensino de Biologia. Tese de doutorado FEUSP. 1998.

BRASIL. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Manual da dengue - vigilância epidemológica e atenção ao doente. 2ed. DEOPE. Brasília, 76p.1996.

FORATTINI, O.P. Entomologia médica. Vol.2. Universidade de São Paulo, São Paulo, 506p.1965.

FORATTINI, O.P.Entomologia médica. Vol.3. Universidade de São Paulo, São Paulo, 416p.1965.

GAGLIARDI, R. Como utilizar la historia de las ciencias en la enseñanza de las ciencias. Enseñanza de las Ciencias, v.6, p.291-6, 1988.

GAGLIARDI, R. & G., A. La historia de las ciências: una herramienta para la enseñanza. Enseñanza de las Ciencias, v.4, p.253-8, 1986.

GLASSER, C.M. Situação epidemiológica da Dengue e plano de trabalho para o estado de São Paulo. Jornal do Conselho Regional de Biologia. agosto de 1998.

MACHADO, M.D.J. DENGUE - Ameaça ontem, desafio hoje. Ciência Hoje. Vol.24 No. 139. 1998.

MARTINS, R.A. Contágio - História da prevenção das doenças transmissíveis. Ed. Moderna. São Paulo, 1997.

São Paulo.Secretaria de Estado da Educação, Secretaria de Estado da Educação, Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Programa educação mais saúde: não existe melhor remédio – Ambiente sem Dengue. São Paulo, Governo do Estado de São Paulo. 20p.1997.